Compartilhar
Informação da revista
Vol. 32. Núm. 6.
Páginas 549-550 (Junho 2013)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 32. Núm. 6.
Páginas 549-550 (Junho 2013)
Imagem em Cardiologia
DOI: 10.1016/j.repc.2012.12.010
Open Access
Um caso de tromboembolismo pulmonar e dissecção aórtica: importância do ecocardiograma
A case of pulmonary thromboembolism and aortic dissection: The role of echocardiography
Visitas
7309
Inês Cruz
Autor para correspondência
inesmariarosariocruz@gmail.com

Autor para correspondência.
, Daniel Caldeira, Bruno Stuart, Rita Calé, Isabel João, Carlos Cotrim, Hélder Pereira
Serviço de Cardiologia, Hospital Garcia de Orta, Almada, Portugal
Este item recebeu
7309
Visitas

Under a Creative Commons license
Informação do artigo
Texto Completo
Baixar PDF
Estatísticas
Figuras (2)
Texto Completo

Apresentamos uma doente de 71 anos com antecedentes de cardiopatia isquémica em fase dilatada NYHA III (portadora de CRT-D) e fibrilhação auricular permanente sob anticoagulação oral. Admitida por dispneia, cansaço e angor para pequenos esforços, dor e edema do membro inferior direito e diminuição da força muscular dos membros inferiores impossibilitando a marcha, desde há duas semanas.

Apresentava-se colaborante, TA 100/40mmHg, FC 70 bpm, pulsos periféricos mantidos, com fervores subcrepitantes nas bases pulmonares, paraparésia flácida e sinais de trombose venosa profunda na perna direita.

Elevação dos D-dímeros. Radiografia de tórax com cardiomegália e sobrecarga hídrica.

Perante a suspeita de tromboembolismo pulmonar (TEP), realizou ecocardiograma transtorácico (ETT), que mostrou ventrículo esquerdo dilatado e compromisso grave da função sistólica, insuficiência aórtica moderada, raiz da aorta dilatada com imagem de duplo lúmen e trombo ao nível da artéria pulmonar direita (Figura 1). O angioTAC torácico confirmou os diagnósticos de TEP e dissecção aórtica tipo A com envolvimento da aorta torácica descendente (Figura 2).

Figura 1.

Ecocardiograma transtorácico que mostrou (A) regurgitação aórtica moderada, raiz da aorta dilatada e flap da íntima com sinal de duplo lúmen (seta curta); (B) visualizou-se também trombo na artéria pulmonar direita (seta longa).

AA: aorta ascendente; AE: aurícula esquerda; APD: artéria pulmonar direita; VE: ventrículo esquerdo.

(0,23MB).
Figura 2.

Tomografia computorizada de tórax com injeção de contraste endovenoso: (A) corte transversal com trombo bem organizado e aderente à parede da artéria pulmonar direita (seta), observa-se preenchimento do verdadeiro lúmen de dissecção aórtica (seta larga); (B) corte sagital mostrando extensão da dissecção ao longo da aorta torácica descendente (setas).

(0,2MB).

Pelo risco cirúrgico muito elevado foi adotada uma estratégia conservadora. Evoluiu desfavoravelmente, com tetraparésia e insuficiência renal, tendo alta, a pedido, para um centro de cuidados continuados.

Pretendemos salientar o papel do ETT na abordagem do doente em Serviço de Urgência, sendo um exame complementar de diagnóstico de fácil acesso. Este caso permite também chamar a atenção para a possibilidade da coexistência de patologias graves, pelo que devemos, sempre que possível, realizar um exame não dirigido.

Responsabilidades éticasProteção de pessoas e animais

Os autores declaram que para esta investigação não se realizaram experiências em seres humanos e/ou animais.

Confidencialidade dos dados

Os autores declaram ter seguido os protocolos de seu centro de trabalho acerca da publicação dos dados de pacientes e que todos os pacientes incluídos no estudo receberam informações suficientes e deram o seu consentimento informado por escrito para participar nesse estudo.

Direito à privacidade e consentimento escrito

Os autores declaram que não aparecem dados de pacientes neste artigo.

Conflito de interesses

Os autores declaram não haver conflito de interesses.

Copyright © 2012. Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Idiomas
Revista Portuguesa de Cardiologia

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
en pt

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

en pt
Cookies policy Política de cookies
To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.